Doce lar tecnológico: tenha uma cozinha profissional

Doce lar tecnológico: tenha uma cozinha profissional!

Quem adora cozinhar e quer chamar a atenção para os pratos que costuma elaborar precisa ter em casa uma cozinha prática e funcional. Se você almeja ter o seu próprio “espaço do chef”, a dica é conferir as excelentes escolhas que a arquiteta Cristiane Schiavoni fez ao conceber o ambiente Cozinha das Sensações, um dos destaques da mostra Morar Mais por Menos.

Na elaboração do projeto, a arquiteta buscou inspiração no chef de cozinha Renato Caleffi, do restaurante Le Manjue (o ambiente é uma reprodução de sua cozinha). “Para quem tem a cozinha como o lugar favorito da residência e gosta de fazer novas receitas, ter um espaço com características profissionais, mas, ao mesmo tempo, acolhedor é fundamental, revela Cristiane. A seguir, a profissional lista seis passos importantes para a concretização deste objetivo.

Doce lar tecnológico: tenha uma cozinha profissional

APARELHOS IDEAIS

Para cozinhar com competência, é preciso ter ao seu dispor os mais diversos eletrodomésticos para o preparo das receitas. Na composição dessa cozinha especial, o primeiro passo foi idealizar os diversos equipamentos e suas funcionalidades. “É bacana investir em bons eletrodomésticos, principalmente em um fogão ou cooktop e uma boa coifa, aconselha a profissional.

Itens secundários, como churrasqueira, fritadeira elétrica, mixer, liquidificador e balança, também integram essa cozinha completa. Mas a arquiteta alerta que, para evitar gastos desnecessários, vale pensar o que de fato será usado. “Não adianta investir em produtos que não serão utilizados e só ocuparão espaço, já que a cozinha deve ser prática e funcional”, explica Schiavoni.

APARADOR PERFEITO

Outro ponto importante é onde os alimentos serão manuseados na cozinha de um chef. Para que se tenha o máximo de conforto, a bancada precisa ter um tamanho adequado para as suas necessidades e ser feita com um material que suporte pressões.

“Como o ambiente será muito utilizado, é interessante optar por um material de fácil limpeza, higiênico, além de resistente a riscos e possíveis impactos”, afirma a arquiteta que, entre as inúmeras possibilidades, indica o vidro temperado com acabamento acidato, material usado em sua Cozinha das Sensações e que apresenta um ótimo custo-benefício.

CLARIDADE IMPECÁVEL

A iluminação adequada é vital para promover a segurança durante a elaboração da refeição, pois é um ambiente em que são utilizadas facas e outros elementos que podem ser perigosos. Cristiane ressalta que a iluminação da cozinha deve, primeiramente, valorizar a luz natural do espaço, mas também é apropriado investir em uma boa iluminação, principalmente nas áreas de preparo de refeições. “Eu indico trabalhar com uma iluminação geral e focos pontuais em espaços que precisam de mais atenção, como na bancada. Além disso, gosto de trazer spots e fitas de LED para iluminar armários e prateleiras, uma medida que ajuda muito para localizar alimentos e utensílios, afirma a profissional.

Schiavoni ainda esclarece que é preciso ficar atento à temperatura de cor das lâmpadas. O ideal é investir em uma lâmpada com temperatura neutra para a iluminação geral da cozinha, ou seja, nem tão branca e nem tão amarela. Na hora da escolha, as lâmpadas de LED são mais econômicas e sustentáveis. Outra questão é a qualidade das lâmpadas e dos LEDs: preste atenção no IRC (índice de reprodução de cor), para que as cores dos alimentos sejam reproduzidas fielmente.

Para criar uma sensação de aconchego, também vale a pena investir em pontos de luz amarela com luminárias de cozinha, que ainda proporcionam estilo e bom gosto ao espaço. “Mas vale ressaltar que elas são mais decorativas do que funcionais e não supre a necessidade de uma boa luz branca”, aponta Cristiane.

TAMANHO IDEAL

Quando recebemos familiares e amigos, a cozinha também se torna um espaço social da casa. Por isso, é fundamental que, independentemente do tamanho, o local conte com uma boa circulação e ventilação. “O espaço de circulação precisa ser um pouco maior, para que não provoque esbarrões. E mesmo que a cozinha tenha como premissa apenas o preparo de refeições, respeitar dimensões mínimas contribui para a segurança do cozinheiro”, explica a profissional, que ainda sugere, se possível, a colocação de banquetas em volta do balcão, para que seja possível observar todo o trabalho e bater um papo durante o preparo.

A ventilação também é fundamental quando falamos em segurança. Na área do fogão, se o escolhido for o gás de botijão, este deve ser posicionado em um ponto de ventilação, de preferência, do lado de fora. Além disso, não podem faltar pontos de ar com janelas e boa ventilação. A coifa pode acompanhar cozinhas com janelas pequenas e colaborar para situações em que o ambiente está integrado à sala. Mas é preciso observar a potência adequada.

COMPOSIÇÃO PERFEITA

Na hora de escolher o material que irá cobrir as paredes e o chão da cozinha, os cuidados devem ser redobrados, já que, segundo Cristiane, o mesmo deve suportar altas temperaturas e ser fácil de limpar. “O mercado oferece uma ampla gama de porcelanatos que permitem produzir cozinhas com a personalidade do cliente. Eu gosto muito desse material e escolhi um amadeirado para revestir as paredes, acompanhando o estilo da marcenaria”, diz a arquiteta.

Quanto ao piso, o cuidado deve ser o mesmo, já que há uma grande circulação no espaço e a limpeza deve ser frequente. Dessa forma, é preciso que ele seja seguro, fácil de limpar e não apresente nenhuma irregularidade na peça e no assentamento.  

VISUAL INTEGRADO

Para compor a decoração, é importante levar em conta a afetividade. Além de móveis e objetos retrôs, lembranças de viagens e peças de gostos pessoais dispostos na cozinha proporcionam ótimas sensações. “É um espaço onde se passa muito tempo e ter essas características afetivas faz com você que se sinta parte dele”, expõe Cristiane.

Para a Cozinha das Sensações, além de uma geladeira retrô original dos anos 1950, que encantou Renato Caleffi e trouxe charme ao espaço, foram selecionados quadros e outras lembranças que remetem aos gostos do chef.

*Esta e outras matérias você encontra na edição 174 da revista Áudio & Vídeo – Design e Tecnologia

You don't have permission to register

Cadastre-se e faça parte de nossa lista VIP!

Obtenha vantagens e descontos especiais de nossos parceiros.