PAPEL DE PAREDE PARA O QUARTO DE BEBÊ

0
Foto: (Divulgação)

Confira dicas incríveis de uma profissional para decorar o ambiente dos bebês

Quarto de bebê é sempre um espaço único, não é mesmo? A verdade, é que deixar o ambiente mais fofo, confortável e funcional possível, é o que muitos pais idealizam na hora da decoração. E um detalhe muito importante neste quesito é o papel de parede.

Pensando nisso, a Dani Mataresi, designer e diretora de criação da Lilibee, empresa especializada em quartos de bebê e itens para a maternidade, preparou cinco dicas para fazer a escolha do papel de parede mais fácil e assertiva. Confira os tópicos!

– Cores: A decoração do quarto do bebê sempre parte de um ponto central e os demais itens devem acompanhar. Veja o estilo dos móveis e a paleta de cores escolhidas. Se estiverem predominando os tons pastéis, escolha um papel de parede na mesma linha. O mesmo se aplica no caso de cores mais fortes ou predominância de uma cor específica;

– Estampa: Ao pensar na estampa, a primeira pergunta a se faz é: o quanto quero que este papel de parede chame a atenção? A partir daí seguimos dois caminhos. Caso queria que ele seja o centro das atenções, escolha estampas com figuras, florais maiores, listras marcadas e geométricos bem coloridos. Já se a ideia é ter um ambiente mais homogêneo e delicado, opte pelos lisos, com texturas ou estampas pequenas e listras mais discretas;

– Tamanho do ambiente: lembre-se que estampas grandes e muito coloridas são indicadas para trazer aconchego a ambientes maiores. Caso goste delas, porém tenha um espaço pequeno, escolha aplicar o papel com este tema em apenas uma das paredes. É uma solução que traz charme, sem deixar o ambiente pesado.

“Se a ideia é dar amplitude a ambientes menores, listras verticais e estampas pequenas são as mais indicadas”, salienta Dani.

Luminosidade: Ambientes com uma iluminação boa, seja ela natural ou de luminárias, viabilizam o uso de papéis de parede com fundo escuro e cores mais fortes.

A profissional ainda enfatiza que ideal é misturar o escuro e o claro. “Por exemplo, você pode optar por uma parede escura para criar impacto visual, mas manter as outras paredes em cores claras”, explica.

– Painéis de parede: Os painéis são uma opção bacana para quem gosta de pinturas e estampas grandes. Eles são instalados como o papel de parede convencional, porém formam uma cena ou paisagem única. São ideais para quem quer fugir do convencional. A proposta é colocar em uma parede e nas demais aplicar tons neutros ou mesmo uma composição de estampa discreta.

Veja Também