DECORAÇÃO - Lar para dois

AMOR PERFEITO

Arquitetos dão dicas preciosas para quem almeja começar um lar a dois

Quem casa quer casa – e de preferência, uma casa confortável, bonita e funcional. A decoração é a chave para a concretização deste objetivo, como nos ensinam os profissionais Bianca Atalla, Elisa Ju e Fernanda Mendonça (do escritório Oliva Arquitetura) e Pietro Terlizzi (do escritório que leva o seu nome). Os projetos a seguir mostram que é preciso considerar uma série de fatores na hora de construir um lar a dois – e que o décor pode ser benéfico ao próprio relacionamento, criando uma atmosfera de beleza e harmonia. 

A CASA É PARA OS DOIS

A rotina de um casal requer que as partes envolvidas abdiquem das próprias individualidades – afinal, a casa é para os dois! Antigos costumes devem ser revistos e ambos devem dividir as tarefas cotidianas e a organização do lar. No que se refere aos ambientes, a dica é que as áreas comuns da propriedade reflitam a personalidade do casal e estejam bem adaptadas às suas necessidades. Porém, Fernanda Mendonça observa que, independentemente do nível de integração entre os cômodos ou das limitações de metragem, é importante que exista um espaço para a individualidade de cada um. “Se o apartamento apresentar uma divisão entre a sala e o quarto, isso já permite que cada um tenha um momento mais reservado, quando necessário”, explica a arquiteta.

AMIGOS EM CASA

É comum os recém-casados convidarem amigos para um open house, uma forma de apresentarem seu novo lar às pessoas queridas. Para receber visitas, o arquiteto Pietro Terlizzi recomenda que os espaços sejam versáteis e permitam acomodar confortavelmente os convidados. “A área da sala de jantar pode estar integrada ao estar. Assim, é possível criar um espaço único e que comporte, de forma acolhedora, um número maior de pessoas”, afirma Pietro.

OTIMIZAÇÃO DO ESPAÇO

Um lar bem organizado tende a ser mais harmônico (e consequentemente, mais tranquilo). Manter as coisas em ordem, portanto, é fundamental. “Armários, gavetas e nichos são ótimos aliados para se manter tudo no lugar. Sempre recomendo investir em cestos bonitos, que podem servir tanto para guardar aquilo que é necessário, como, também, compor a decoração. Acredito que uma conversa com o companheiro (a) para definir os lugares certos é o melhor caminho”, aconselha Bianca Atalla, sócia da Oliva Arquitetura.

TONS E TENDÊNCIAS

A escolha da paleta de cores é que dará aos espaços a “cara” do casal. Mas, às vezes, defini-la pode ser complicado em função das diferenças entre as personalidades das pessoas – algumas são mais discretas, e outras mais ousadas. Para o trio do Oliva Arquitetura, uma boa dica é investir em base para marcenaria e piso e deixar os pontos de cores a cargo de itens como os estofados, além de eleger uma parede para um tom especial de pintura ou efeito de textura.   “Dessa maneira o casal consegue trocar o estilo da casa ao longo dos anos, sem a necessidade de fazer grandes reformas ou investimentos”, afirma Elisa. Uma tendência que vem fazendo a cabeça dos jovens casais é o cimento queimado. “É possível aplicar tinta com textura de cimento queimado no forro e nas paredes em áreas secas. Da mesma forma, o mercado também dispõe de revestimentos que remetem ao efeito de cimento e que podem ser usados tanto no piso quanto nas paredes”, conclui Pietro Terlizzi.

You don't have permission to register

Cadastre-se e faça parte de nossa lista VIP!

Obtenha vantagens e descontos especiais de nossos parceiros.