Smart TV NanoCell

TV NanoCell: PERFEITA SOB TODOS OS ÂNGULOS

Com excelente contraste, alta fidelidade de cores e recursos de automação, a smart tv LG NanoCell entrega ótimas imagens em qualquer lugar da sala

Poucos equipamentos evoluíram de forma tão surpreendente quanto os televisores. A cada ano, esses produtos ganham melhorias que não apenas os tornam mais eficientes e dinâmicos, como revolucionam o próprio modo de assistir televisão. Foi-se o tempo em que o espectador se contentava em assistir passivamente a filmes, seriados ou novelas. Hoje, essas “supertelas” nos conectam com o mundo e oferecem uma quantidade quase ilimitada de conteúdos de entretenimento.

A LG NanoCell TV representa um novo passo nessa evolução, brindando o consumidor com um pacote de recursos que colocam o produto entre os melhores disponíveis no mercado. É um equipamento que, além de garantir boas horas de diversão, possui Inteligência Artificial para compreender comandos de voz, realizar pesquisas, navegar pela internet e acessar apps. A plataforma ThinQ AI está presente em todos os modelos NanoCell 2019, assim como o controle Smart Magic.

A inteligência artificial ThinQ AI e Assistente Pessoal integrados permitem uma experiência realmente diferenciada. Basta apertar o botão do microfone para que a ThinQ ouça e atenda suas solicitações. A conexão sem fio entre a TV e outros aparelhos é outro ponto positivo do produto, permitindo conectar facilmente fones de ouvido, soundbar e outros equipamentos via Bluetooth.

CORES VIBRANTES

Foto: Edgar Klein

Bonito e elegante, o televisor pode ser montado sobre um rack ou fixado à parede. O design segue as últimas tendências para equipamentos do gênero, o que o torna apto a ser incluído em qualquer projeto de decoração de bom gosto. Em nosso teste, a primeira coisa que constatamos é que se trata de um produto de uso amigável, além de muito fácil de instalar e programar: poucos minutos após tirá-la da caixa, já estávamos usando a TV para acessar uma infinidade de conteúdos e navegar na internet.

Há diferenciais interessantes no televisor, como o Painel IPS, que resolve um problema enfrentado por muitos consumidores: a dificuldade de desfrutar de uma boa imagem quando assistimos TV posicionados em um ângulo menos favorável da sala. A precisão de cores tende a diminuir quando visualizamos a tela nessas condições – um revés que a LG NanoCell TV elimina por completo. Nossa avaliação do produto foi feita em um ambiente amplo, o que nos permitiu aferir a eficácia deste recurso: mesmo assistindo TV nos piores ângulos possíveis, as imagens se mantiveram consistentes, tanto no que se refere à reprodução de cores quanto ao contraste. Desse modo, independentemente do tamanho de sua sala (ou do local que você ocupe no sofá), sua experiência com a TV será a melhor possível.

Smart TV LG NanoCell
Smart TV LG NanoCell

        Ainda no que diz respeito às imagens, outros aspectos favoráveis são o painel NanoCell e o sistema de iluminação do aparelho, que asseguram cores vibrantes e reais. Ao longo do teste, assistimos a conteúdos bem diversificados – e em todas as situações tivemos excelentes resultados. Combinados às vantagens proporcionadas pela plataforma ThinQ AI, presente em todos os modelos NanoCell 2019, e ao controle Smart Magic, esses featurescolocam o entretenimento caseiro em um patamar mais ambicioso.

O controle remoto reúne duas conveniências bem interessantes: o comando por voz e um cursor que se movimenta ao longo da tela, o que facilita a navegação pelos conteúdos e funções do televisor. A princípio, tive alguma dificuldade para direcionar o cursor no sentido das funcionalidades desejadas, mas logo me acostumei com o recurso e passei a utilizá-lo de forma recorrente. O controle é mais “encorpado” que os de muitos televisores atuais, mas possui um design curvo e anatômico, adaptando-se perfeitamente à mão do usuário.

Foto: Edgar Klein

        Os comandos por voz podem ser feitos em Português, bastando, para isso, pressionar uma tecla do controle identificada pelo ícone de um microfone. Fiz minhas pesquisas usando frases sucintas e sempre obtive respostas rápidas e precisas. Um detalhe bacana: a TV “fala” com o espectador ao concluir uma determinada pesquisa, o que torna mais lúdica a interação entre o usuário e o equipamento. Por exemplo: ao pesquisar o tópico “músicas dos anos 1980”, fui surpreendido com a frase “estes são os resultados de sua pesquisa sobre músicas dos anos 1980”, pronunciada por uma agradável voz feminina. Em seguida, vários conteúdos relacionados à busca surgiram no canto inferior da tela. Posicionando o cursor sobre os vídeos exibidos, pude acessá-los com facilidade, sendo direcionado para sites como o YouTube.

        Vale mencionar que, mesmo sem estar conectada a um receiver ou caixas de som, a TV entregou um áudio potente durante a reprodução de vídeos musicais, como um show do Iron Maiden encontrado no YouTube.

INOVAÇÕES

Foto: Edgar Klein

Recursos como o comando por voz põem fim à “linearidade” que, até alguns anos atrás, imperava nas interações entre as TVs e os consumidores. Com o advento da automação, saltamos com impressionante rapidez de um conteúdo para o outro, o que permite um entretenimento mais completo e diversificado. Lembrando que o comando por voz da LG NanoCell TV também dá acesso a informações sobre os conteúdos pesquisados. Por exemplo: quando solicitei uma busca com as palavras “The Offspring” (nome de uma popular banda de punk rock surgida nos anos 1980), a TV me apresentou uma biografia resumida do grupo musical, bem como descrições de seus principais álbuns, estilo etc. O que mais um aficionado por cultura pop pode querer de um televisor?

        Ao longo do teste, a TV mostrou um bom desempenho na reprodução dos mais diversos tipos de atrações. Via de regra, as cores são destacadas e atraentes e preenchem a tela com uma miríade de subtons. Isto ficou patente quando assisti a um show da banda Greta Van Fleet: os figurinos ultra-coloridos dos artistas puseram a prova a capacidade do televisor em reproduzir cores com o máximo de fidelidade. As coisas melhoraram ainda mais quando passei da resolução HD para o 4K. Ao assistir ao trailer do filme Malévola: Dona do Mal, pude notar cada nuance dos figurinos e cenários. O contraste e os níveis de preto são espetaculares mesmo em cenas escuras, o que diz muito sobre a tecnologia de imagem embarcada no aparelho.

        No geral, a LG NanoCell TV é um produto que não apenas supera expectativas no que diz respeito à usabilidade e ao desempenho, mas que surpreende com inovações muito bem-vindas. Recursos como o painel IPS, o controle Smart Magic, a inteligência artificial e a própria tecnologia NanoCell podem fazer a diferença na hora de optar por uma nova TV. Ponto para o espectador – que, assim, tem mais garantias de obter um bom retorno para o seu investimento.

Smart TV LG NanoCell – Ficha Técnica

Tamanho da tela: 55″

Display: NanoCell IPS LCD

Formato da tela: 16:9

WEBOS: webOS 4,5

Think AI: Sim

Google Assistente: Sim

Painel de Controle: Sim

LG Smart ThinQ: Sim (Inglês -EUA)

OCF: Sim

Conteúdos 360 VR: Sim

Music Player: Sim

LG Content Store: Sim (Inglês – EUA)

Miracast Overlay: Sim

Bluetooth In/Out: Sim

DTV: Sim

HDR10: Sim

Processador: Quad Core

Resolução: 3840 x 2160

Frequência Nativa (Hz): 60Hz

Canais: 2,0

Potência (RMS): 20W

Sistema de Som DTS Virtual: X

Surround: Ultra Surround

Entrada HDMI: 4

Entrada USB: 2

Entrada RF para TV a cabo: 1

Entrada RF para TV Digital: 1

LAN: 1

Saída Digital Óptica: 1

You don't have permission to register

Cadastre-se e faça parte de nossa lista VIP!

Obtenha vantagens e descontos especiais de nossos parceiros.