CONFIRA DICAS DE COMO DECORAR UM APARTAMENTO COMPACTO

0
(Apartamento de 33 m² assinado pelo escritório Andrade & Mello Arquitetura/ Foto- Luis Gomes)

Nas grandes metrópoles, uma enorme tendência são os apartamentos com poucos metros quadrados. Entretanto, para se viver bem neste modelo de imóvel, é importante que os espaços sejam bem utilizados, através de uma decoração funcional para facilitar a vida dos moradores.

Pensando nisso, os arquitetos Renato Andrade e Erika Mello, do escritório Andrade & Mello Arquitetura, separaram algumas dicas de como compor a decoração do seu ambiente de forma prática.

A primeira delas é sobre integração. De acordo com os profissionais, uma ótima solução para ganhar medidas extras no projeto é remover paredes e unir ambientes. “Mas não podemos nos esquecer da estrutura do imóvel, que não pode ser colocada em risco”, alerta Erika. Segundo ela, ao invés de ter cômodos isolados, com um bom projeto o morador terá amplitude em sua moradia, como cozinhas integradas ao estar, que permitem um ambiente mais receptivo e aconchegante. “As transparências são bem-vindas, pois mantêm a percepção do todo”, complementa.

Já Renato, dá uma orientação sobre a utilização dos móveis. Segundo ele, a marcenaria é uma aliada fundamental para não desperdiçar nenhum milímetro, sem contar, que ajuda na organização da casa. “Todo o mobiliário deve ter uma função específica, estou falando de encaixes perfeitos e usos pré-definidos já no desenho do projeto”, afirma o arquiteto. Para o profissional, remover o máximo de paredes e substituí-las por armários é uma forma de ganhar centímetros. “Com painéis deslizantes, móveis multiuso e peças embutidas, a marcenaria se torna uma aliada em lugares enxutos”, completa.

Outro ponto importante para os arquitetos, é sobre a otimização vertical. Aproveitar as paredes até o teto é uma forma de conquistar ainda mais áreas. Estantes e armários posicionados estrategicamente são ótimos para abrigar cobertores, livros e outros objetos que não são usados com frequência.  Outra recomendação é apostar em teto e paredes pintados na mesma cor, pois isso parecerá suprimir limites e trará a ideia de unidade. “Piso único, teto nivelado e iluminação linear também forjam a sensação de continuidade”, afirma Erika.

Por fim, os especialistas ressaltam que pensar em móveis multifuncionais, valoriza o imóvel e podem ser usados de formas múltiplas: um sofá que vira cama, mesa que dá para ser estendida, entre outras opções. “É importante que os móveis e os acessórios sejam proporcionais ao tamanho do ambiente”, esclarece Erika. “Ao mesmo tempo, cuidado para evitar a duplicidade de funções, como mesas de refeição em mais de um ambiente”, encerra.

Veja Também